11:28 | Sábado, 30 de Agosto de 2014


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

HOME NOTÍCIAS ARTIGOS EVENTOS PALESTRAS/CONTATO ONGs/SERVIÇOS BIBLIOTECA DICIONÁRIO FIQUE POR DENTRO CADASTRE-SE QUEM SOMOS
           
 
NOTÍCIAS
 
BUSCAR 
 
 
 
 
Governo quer conhecer melhor a situação da epidemia de aids nas regiões de fronteiras
APOIO












 


25/04/2013 – 10h

___Fronteira entre Brasil e Paraguai no Mato Grosso do Sul

A situação do HIV e da aids nos municípios brasileiros que fazem fronteiras com Argentina, Uruguai e Paraguai será discutida nesta quinta e sexta-feira, 25 e 26 de abril, em Brasília. Segundo o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, organizador do encontro, o objetivo é obter um diagnóstico da situação da epidemia em seis municípios fronteiriços das regiões Sul e Centro-Oeste do País.

O evento reúne representantes das secretarias estaduais e municipais de Sant’Ana do Livramento, Barra do Quaraí e Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. Do Paraná estarão presentes representantes da Saúde de Foz do Iguaçu e Guaraí, e do Centro-Oeste, de Ponta Porã (MS).

Esses municípios integram os Comitês Fronteiriços do Mercosul. “As regiões de fronteiras são hoje um grande desafio para o enfrentamento da aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. Os países envolvidos precisam trabalhar de forma integrada e é isto que queremos: encontrar caminhos diferentes para atuar nessas áreas”, explica o diretor-adjunto do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Eduardo Barbosa.

A iniciativa é um dos resultados do Projeto Fronteiras do Mercosul, que busca promover uma política integrada de luta contra a epidemia de HIV nas regiões de fronteiras desses países. “Esse diagnóstico é importante para a identificação de medidas de cooperação técnica e política do Ministério da Saúde com os municípios e estados fronteiriços do Mercosul e, ainda, entre os países” reforça Eduardo Barbosa.

Na reunião, a partir da discussão do panorama da aids e do HIV nessas regiões, será definido um formulário integrado a ser utilizado como instrumento de diagnóstico. Posteriormente, esse instrumento será acordado na Comissão Intergovernamental de HIV/Aids da Reunião de Ministros da Saúde do Mercosul (CIVIH), para a utilização por todos os Comitês.

Na próxima reunião da Comissão Intergovernamental de HIV e aids, prevista para os dias 27 e 28 de maio, em Montevidéu, Uruguai, os municípios de cada lado da fronteira, a partir de levantamento da situação prévia, consolidarão o diagnóstico juntamente com a cidade fronteira vizinha no Comitê de Fronteira.

O evento recebe ainda apoio da Organização Pan-Americana da Saúde da Organização Mundial de Saúde.

Redação da Agência de Notícias da Aids com informações do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais





Apoio Institucional

 

 
   
 
AV. PAULISTA, 2073 • HORSA 1 • 8º ANDAR • CJ 822
CEP 01311-300 • CERQUEIRA CÉSAR • SÃO PAULO • SP
TEL. 055 11 3287.6933 / 3266.2107
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DA AIDS • 2010